Um aroma para cada cômodo, cada cômodo com seu aroma….

O olfato é o mais marcante dos sentidos. Quando uma pessoa sente um aroma novamente, é capaz de reviver as emoções já sentidas.
Entrar numa casa perfumada é sempre agradável. Daí que é cada vez mais comum aromatizar os ambientes, até porque existem no mercado oferece inúmeros produtos além do popular incenso, difusores, velas, sachês e águas perfumadas.

Em casa, os perfumes de ambientes são capazes de proporcionar sensações de relaxamento, bem-estar e também de limpeza, mas para cada ambiente, há aromas mais ou menos indicados, de acordo, justamente, com a sensação que se deseja obter.

1) Lugares comuns, como sala de estar, varanda, sala de tv:
Deve-se usar óleos essenciais leves e alegres como os cítricos, tais como laranja, tangerina, limão, que também harmonizam e criam um ambiente confortante. Deve-se evitar aromas mais intensos como flores – rosa, jasmim, ylang ylang.

2) Cozinha, sala de jantar:
Cozinha dos cítricos (mandarina, limão, laranja) , pode-se usar também as especiarias, que estimulam o apetite, tais como alecrim, hortelã-pimenta, cravo, canela, manjerona. Para tirar na hora o cheiro de gordura e alimentos, abuse das águas perfumadas. Velas perfumadas são uma boa escolha, mas evite aromas muito fortes ou adocicados, pois elas intensificam o perfume.

Outras essências recomendadas para a cozinha:
Alecrim: energizante
Manjericão: sedativo
Lemongrass: calmante e sedativo
Laranja: calmante
Hortelã: estimulante e revigorante

3) Sala de visitas:
Se a intenção é manter a sala sempre com o mesmo perfume, as varetas são uma boa alternativa, pois espalham o aroma enquanto houver líquido no vidro.

Outras essências recomendadas para a sala:
Tangerina: relaxante
Gerânio: calmante, sedativo e antidepressivo
Lemongrass: calmante
Lima: energizante e revitalizante
Grapefruit: restaurador

4) Quarto de dormir:
Antes de dormir, vale aromatizar a roupa de cama com a água perfumada da planta, borrifando um pouco sobre lençóis e travesseiros.
A lavanda é o aroma mais indicado para esse espaço da casa, já que traz tranquilidade.

Para uma noite romântica e “quente”, usar os afrodisiacos, como ylang ylang, vetiver e alecrim, ou uma mistura do afrodisíaco patchuli, com gerânio e limão-taiti”.
Para facilitar o sono, em casos de insônia, deve-se pingar umas 2 gotas de lavanda ou bergamota no travesseiro.
Em casos de bronquite, rinite ou sinusite, pode-se usar eucalipto globulus ou hortelã pimenta.
Em quarto de criança agitada, para acalmar usa-se laranja doce, capim limão.
E para quarto de estudos, limão, capim limão e hortelã-pimenta.

Outras essências recomendadas para o quarto:
Lavanda: analgésico, relaxante, antidepressivo e sedativo.
Patchuli: afrodisíaco
Gerânio: calmante, sedativo e antidepressivo
Sândalo: afrodisíaco
Cedro: relaxante e sedativo
ylang ylang: afrodisíaco e antidepressivo

5) Banheiro refrescante:
Para evocar uma atmosfera de limpeza nesse ambiente, vale usar aromas cítricos e de ervas, como tangerina e alecrim.
Quando há muitos convidados na casa, deixe um difusor ou uma vela aromatizados no lavabo. Há outras alternativas, como o pot-pourri de flores.

Outras essências recomendadas para o banheiro:
Hortelã: estimulante e revigorante
Eucalipto: estimulante e refrescante
Pinho: estimulante
Pitanga: calmante infantil
Maracujá: calmante

Gostaram?
Visite nossa loja e escolha sabonetes, difusores, aromatizadores e sachês, para deixar sua casa deliciosamente perfumada!

Homepage 5 (Parallax)

(fonte> o perfumístico)

Banhos Energeticos – curiosidades e receitas !

Desde a antiguidade, o poder mágico de ervas e da água sempre foram passados de geração em geração. Em todas as civilizações a magia de banhos carregados de ervas, de cachoeira e de rios sempre trazia um certo conforto psicológico aos seus adeptos. Talvez muitos nem acreditavam na energia das plantas e na sua sutil ligação com o Astral Superior, mas mesmo assim utilizavam banhos energéticos para curar determinadas doenças e mesmo afastar algo ligado ao “mal”.
O Brasil, considerado um celeiro da magia, tem nas raízes dos negros e de sua cultura os poderes energéticos de um bom banho de mar, cachoeira e de ervas. As religiões afro-brasileiras e as benzedeiras também confirmam banhos de ervas, flores e sal grosso como meio eficaz de afastar mau-olhado e descarregar emoções que perturbam mente e coração.

Desde épocas remotas é conhecida a forma mágica das plantas e ervas medicinais, daí os banhos serem considerados veículos de purificação do corpo e da mente.
O banho de descarrego por exemplo, é um meio de aliviar os fluidos pesados de uma pessoa e deve ser tomado após o banho rotineiro, de preferência com sabão feito de forma artesanal e natural.
O banho não deve ser jogado brutalmente pelo corpo e sim suavemente, com o pensamento voltado para coisas boas e sentimentos nobres, com respiração pausada e a mente tranquila <3

Não se deve também deixar que outras pessoas coloquem a mão no seu banho, ou seja, que preparem para você.
A cada ato no preparo ele vai ganhando vibrações e energias, que a pessoa pode direcionar de forma positiva para o objetivo quer almeja. Duas dicas importantes: todos os banhos de descarrego devem ser tomados do pescoço para baixo e as folhas que caem dos banhos de ervas devem ser recolhidas e despachadas (jogadas) nos locais apropriados; em geral, vasos grandes de plantas, jardins, num rio ou mata, mas nunca no lixo e nem nas ruas.

Os estudiosos da fitoterapia também afirmam que usar plantas nos banhos para dissolver fluidos desfavoráveis : flores, frutas, especiarias e raízes agem sobre o sistema nervoso, ajudando a equilibrar aspectos emocionais e espirituais. A medicina oficial aprendida nas faculdades apresentou, em geral, até recentemente, uma perspectiva tecnicista, que vê o cliente de modo fragmentado; de modo diverso das terapias alternativas, que têm uma visão mais abrangente do homem.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) já reconhece, na atualidade, a importância da fitoterapia, sugerindo ser uma alternativa viável e importante também às populações dos países em desenvolvimento, já que seu custo é diminuído. Pesquisas realizadas nas universidades brasileiras já identificaram mais de 350 mil espécies vegetais, o que permite uma ampla variedade aos possíveis usos medicinais. Entre tantas espécies, apenas dez mil têm algum uso medicinal conhecido. No Brasil há cem mil espécies catalogadas, sendo apenas dois mil com uso científico comprovado

Antes de afirmar que todos estes ensinamentos seculares são apenas coincidências ou mesmo que seus resultados são meramente processos de sugestão, vale a pena caprichar no preparo de um banho. A dica é relaxar, chamar os elementais, rezar qualquer oração que seja positiva e que mexa com suas emoções. Depois, é esperar os resultados.

Veja as dicas:
*No chuveiro, encha uma jarra com água quente, coloque um punhado de ervas, folhas ou pétalas, secas ou frescas, tampe e deixe descansar. No final do banho, despeje o líquido do pescoço para baixo, nas costas, na frente e nas laterais do corpo e, se possível, deixe secar naturalmente.

*Na banheira, as plantas devem ser postas direto na água um punhado é o suficiente ou dentro de uma trouxinha de pano, para evitar a volatilização. Se a intenção for relaxar, a imersão pode durar vinte minutos. Já para revigorar, permaneça imerso no máximo dez minutos. Exagerar no tempo pode deixar você derrubado.

Cada um dos ingredientes dos banhos tem poderes específicos e você pode alterná-las conforme a necessidade:
Arruda – As folhas tiram os fluidos negativos do corpo.
Guiné – Suas folhas transmitem boas energias, eliminando cansaço e indisposição.
Tangerina – O chá das folhas lava as más energias.
Pitanga – Um punhado de folhas (no chá ou directo na banheira) ajuda a levantar o astral.
Cravo-da-índia – A infusão (21 unidades para 2 litros de água) tem efeito calmante e atrai prosperidade.
Canela em pau – Na forma de chá (três unidades para 2 litros de água), aumenta a disposição e o optimismo.
Essências perfumadas e óleos essenciais obtidos de flores, folhas e cascas têm propriedades terapêuticas que relaxam e dissolvem energias desfavoráveis. Os aromas também proporcionam bem-estar, despertando lembranças e sensações agradáveis.
Flor de laranjeira – Vinte gotas desse óleo essencial em 20 litros de água melhoram o ânimo e ajudam aflorar a energia feminina.
Rosa – As pétalas de tons fortes, especialmente o vermelho, harmonizam o corpo e atraem amor.
Lavanda ou alfazema – Duas colheres (sobremesa) das flores fervidas em 2 litros de água misturados à água da banheira acalmam e levantam auto-estima e confiança.

Fonte : Nelson Toledo
http://historianovest.blogspot.com.br/2010/11/plantas-medicinais-no-egito-faraonico.html
http://maisourinhos.com.br/o-poder-das-plantas-medicinais/
http://gaya1.blogspot.com.br/2010_02_07_archive.html
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342002000300011

Conhecendo seu tipo de pele

Conhecer o seu tipo de pele é fundamental para conseguir tomar a decisão acertada ao escolher os cuidados específicos de acordo com suas necessidades!
A genetica é um fator predominante, tambem o que você come,o seu nível de stress, os medicamentos que toma, a forma como você cuida do seu corpo em geral e o descanso atuam como reguladores da produção sebacea e da irritabilidade de sua pele.
A maior parte dos especialistas distinguem 5 tipos de pele:
Pele Normal >
Tem uma textura fina e uma superfície suave, macia e é bem flexível.
É o mais equilibrado e o que menos problemas e imperfeições como espinhas e manchas.
Os poros são bem pequenos e mal se notam.
Pele Oleosa >
Produz uma maior quantidade de óleo, isto é, as glândulas sebáceas têm maior atividade do que nas pessoas com pele seca, normal ou mista.
Apresenta poros dilatados, bem maiores do que os outros tipos de pele e também mais escuros, devido ao excesso de sebo que produzem e ao lixo que se vai acumulando, o que se revela num dos maiores problemas deste tipo de pele. Marcado pelo aspecto gorduroso e brilhante, tem também maior tendência para o desenvolvimento de espinhas.
Pele Seca >
É a que requer mais cuidados, devido á sua tendência para envelhecer mais rapidamente e desenvolver problemas mais sérios.
Tem maior tendência para descamar, para desenvolver rugas e linhas de expressão e tem menos elasticidade
Pele Mista >
Um dos tipos de pele mais comuns, uma combinação de pele seca com pele oleosa.
Algumas regiões são oleosas (principalmente na zona T – queixo, nariz e testa) onde os poros são naturalmente mais dilatados e também outras áreas em que esta pode ser normal ou seca (área em redor dos olhos, boca e bochechas).
Pele Sensível >
Um dos tipos de pele mais frágeis e se torna irritada e inflamada muito facilmente.
É normal haver zonas que desenvolvam vermelhidão, coceira, manchas, ardor e uma maior tendência para descamar.
Textura fina, delicada e bastante sensível ao uso de cosméticos bem como às alterações do clima.
É talvez um dos tipos de pele mais problemáticos e como tal exige cuidados especiais.
Minha pele é normal, com alguns pontos de oleosidade. Aos 45 anos possuo algumas linhas de expressao e rugas nos cantos dos olhos.
Utilizo somente meus sabonetes e cremes pois confio em meu trabalho e estudo bastante para trazer sempre o que ha de melhor para mim e meu publico!
Nos proximos posts, maneiras de identificar seu tipo de pele e os melhores sabonetes e tratamento para deixa la bonita e saudavel!

Ervas e Sal Grosso: seus Benefícios

Todos nós temos ao redor do nosso corpo físico um campo eletromagnético, composto por corpos sutis, que se denomina aura. As auras das pessoas e dos lugares funcionam como antenas que recebem e enviam mensagens entre si, que são decodificadas através da nossa intuição.
Quando passamos por situações estranhas, energias desequilibradas se agregam à nossa aura e permanecem lá por muito tempo provocando doenças.

Quando tomamos um Banho de Ervas limpamos a nossa aura fazendo com que ela volte a funcionar normalmente e harmonizando os nossos chakras que são túneis por onde entram as energias no nosso corpo físico.
Cada planta tem características próprias que interagem com as nossas energias provocando as mudanças necessárias. As ervas podem limpar, energizar, melhorar nossa auto-estima, tirar nosso cansaço, etc…

Uma observação: Embora o Sabonete de Anil nao esteja categorizado nem em ervas ou sais, ele é um potente alinhador de sua aura, por isso resolvemos inclui-lo!

O anil não é uma cor primária, sua classificação está entre a cor azul e a violeta.
As cores têm propriedades terapêuticas e energéticas que vão desde a ativação do sistema nervoso até a purificação da corrente sanguínea.
O anil é parceiro da aura!!
Nossa aura nada mais que é que um escudo, quando estamos desanimados ela apresenta falhas que permitem ou facilitam a impregnação de fluidos negativos em nosso corpo.
O Sabonete Anil fortalece nossa aura pessoal, colaborando para a cura, a harmonia e a paz.
Um Aroma exclusivo Marine com Alfazema e um toque de Canela!
(vide foto)

Relação de Ervas e suas Propriedades

Arnica – afasta a negatividade
Abre Caminho – novas forças
Açúcar – aceitação
Alho (palha) – proteção
Alecrim – clareza mental
Alpiste – prosperidade
Arruda – proteção
Anis Estrelado – aumenta a auto-estima
Água-de-arroz – calmante
Água-marinha (planta) – limpeza
Alfazema – mudança
Bulbo de cebolinha – tira o cansaço
Comigo-ninguém-pode – defesa
Camomila – limpeza (bactericida)
Canela – limpeza, força e prosperidade
Cravo da Índia – estimulante
Crisântemo branco – calmante
Crista-de-Galo (sementes) – calmante (hipertensão)
Contas de Rosário – concentração
Cenoura (folhas) – fraqueza
Dente-de-Leão – tristeza e anti-tóxico
Erva doce – boas energias
Espada de São Jorge – proteção
Folha de Pinheiro – limpeza
Folhas de Pêssego – dissolve densidades acumuladas
Folhas de Limão – corta energias negativas
Folhas de Manga – prosperidade
Folhas de Louro – prosperidade
Fumo – proteção
Flor de sabugueiro – calmante
Guiné – proteção e força
Girassol (sementes) – acelera as mudanças
Guaraná – aumenta as energias
Hortelã – aceitação
Inhame – força e limpeza
Levante – força, melhorar a auto-estima
Losna – corta a negatividade (raivas)
Macela – calmante (bom para insônia)
Manjericão – equilíbrio, renova as células do organismo
Pitanga (folhas) – melhora a circulação
Rosas brancas – limpeza
Rosas vermelhas – energia
Sementes de tangerina – para dores na coluna
Sálvia – rejuvenescimento

Benefícios do banho de Sabonete com sal grosso ou escalda pés:

Fisiológicos:
– Ajuda a desintoxicar o corpo e afastar os vírus.
– Estimula a circulação natural para a melhoria da saúde
– Ajuda a aliviar o pé do atleta, calos e calosidades.
– Relaxa a tensão, dores musculares e nas articulações.
– Ajuda a aliviar artrite e reumatismo
– Ajuda a aliviar a dor lombar crônica

Benefícios estéticos:
– Tira as impurezas da pele
– Alivia irritações da pele como psoríase /eczema.
– Alivia comichão, ardor e picadas.
– Suaviza e amacia a pele. Incentiva a pele se renovar.
– Ajuda a curar as cicatrizes.
– Restaura o equilíbrio a umidade da pele.

Ocupacional:
– Alivia o cansaço, os pés doloridos e os músculos da perna
– Alivia a tensão nas mãos e punhos.
– Ajuda a aliviar lesões ocorridas nas práticas esportivas.

Psicofísica:
– Proporciona um relaxamento profundo
– Ajuda a aliviar o estresse e tensão

Temos varios sabonetes utilizando ervas e sal grosso que te ajudarão a recuperar sua vitalidade, limpar sua aura e muito mais!


http://perfumepoesia.divitae.com.br/produto/sabonete-sete-ervas/

http://perfumepoesia.divitae.com.br/produto/sabonete-equilibrio-azul/
http://perfumepoesia.divitae.com.br/produto/sabonete-olho-grego/
http://perfumepoesia.divitae.com.br/produto/sabonete-xo-uruca/

Temos também escalda pés e esfoliante corporal de sal grosso e menta!

http://perfumepoesia.divitae.com.br/produto/pallet-com-sabonete-e-escalda-pes/

http://perfumepoesia.divitae.com.br/produto/escalda-pes-saquinho/

fontes: tua vida, vida, saude e bem estar, cura e ascenção, emforma.net

Os banhos, suas tradições e algumas receitas!

A tradição dos banhos é antiga. Os primeiros registros datam de 3000 a.C. no antigo Egito. Os egípcios acreditavam que, além de limpar o corpo, a água lavava a alma, curava doenças e revigorava o espírito. Outras civilizações antigas, como os gregos e romanos, adotaram a prática dos banhos não só como um simples ato de lavar-se, mas também como um ritual de purificação.
Alguns banhos ficaram muito famosos durante a história das civilizações. Entre eles estão os banhos de leite e mel de Cleópatra, para amaciar a pele, e os banhos de sangue de Elizabeth Bathory, que acreditava que o sangue de suas jovens criadas podia lhe dar a juventude eterna.
No entanto, a história do banho nem sempre foi a mesma. Durante os séculos XVI e XVII o banho também não era visto com bons olhos pela classe médica, que acreditava que o ato de banhar-se era uma via para contrair doenças, já que durante o banho os poros da pele se dilatavam demais e facilitavam a contaminação. Foi mesmo só no final do século XVIII que o banho passou a ser visto como um ato de manter a higiene e cuidar da saúde.

A partir da década de 1930, o banho voltou a ser algo que fazia parte da rotina de higiene e saúde das pessoas. E dai em diante tomar banho voltou a ser algo prazeroso. Com toda a evolução da medicina, as pessoas começaram a incrementar seus banhos com ervas e óleos essenciais, a fim de ter mais bem-estar e saúde.

E hoje, quem não gosta de chegar em casa depois de um dia cansativo de trabalho e se refrescar com um delicioso banho? Não tem nada mais revigorante que isso. Mas tomar banho é algo que vai muito além de lavar seu corpo. É também uma ótima terapia e pode ser feita facilmente em casa por todas as pessoas, desde bebês até idosos.

Os banhos terapêuticos são muito procurados e cada um tem uma propriedade e função diferente, dependendo dos ingredientes adicionados à água. Veja abaixo algumas dicas de banhos e suas propriedades. Depois basta desfrutar este momento de uma forma diferente.

BANHO CALMANTE PARA ADULTOS E BEBÊS

Na banheira, coloque água na temperatura de 37°C a 40°C (meça com um termômetro para banheira) e acrescente uma colher de sopa de óleo vegetal de amêndoas doce com quatro gotas de óleo essencial de Lavanda. E não esqueça: como a pele dos bebês é extremamente sensível, o óleo essencial deve ser obrigatoriamente diluído em óleo vegetal de boa qualidade.
Benefícios e modo de uso:
Este banho pode ser tomado todos os dias, de preferência antes de dormir. Ele acalma e ajuda a ter uma noite de sono tranquila. Isso se deve às propriedades do óleo essencial de Lavanda, que é calmante e sedativo. Ainda ajuda a combater a insônia e a irritação. Além disso, ajuda na renovação celular, no relaxamento muscular e também protege contra as infecções, por ser um antiviral.
Já o óleo vegetal de amêndoas doce tem as propriedades de melhorar a elasticidade da pele e a circulação, além de prevenir irritações, inflamações e assaduras. Tudo isso devido às vitaminas e minerais que ele contém.

BANHO PARA CICATRIZAÇÕES E PÓS-PARTO

Este banho ajuda a promover a recuperação do corpo da mulher após o parto, seja ele natural ou cesárea. Também é excelente para qualquer outro tipo de cicatrização (escaras em pessoas acamadas, assaduras, queimaduras pós-sol, inflamações cutâneas, rachaduras mamária, cirurgias e machucados com cortes em geral). Além disso, não apresenta contraindicação.
Ingredientes:
2 colheres (sopa) de flores de calêndula
2 colheres (sopa) de flores de camomila
1 colher (sopa) de flores de mil-folhas (Achillea millefolium)
5 gotas de óleo essencial de Lavanda
1 colher (sopa) de óleo vegetal de calêndula
Primeiro, coloque as ervas em um bule de chá e despeje por cima 1 xícara (chá) de água fervente. Tampe e deixe descansar por 10 minutos.
Benefícios e modo de uso:
Encha a banheira com água em temperatura até 36°C, de modo que fique até a altura da região a ser tratada, como o corte da cesárea, por exemplo. Despeje a infusão das ervas e, por último, acrescente o óleo vegetal de calêndula e pingue as gotas de óleo essencial de Lavanda. Permaneça por, no máximo, 10 minutos na banheira.
Caso não tenha banheira em casa, faça o famoso “banho de gato”. Prepare a infusão das ervas, coloque em um recipiente adequado e acrescente os óleos. Tenha em mãos um pedaço de pano de algodão limpo (tipo fralda) ou uma gaze. Molhe o pano na mistura e passe delicadamente sobre os locais a serem cuidados. Para maior eficácia, molhe o pano e deixe sobre o local por 5 minutos. Repita o processo três vezes. Este banho deve ser feito apenas uma vez por dia, durante 15 dias.

O óleo essencial de Lavanda e a flor da calêndula estimulam a regeneração celular e a cicatrização, enquanto o óleo vegetal absorve rapidamente na pele e possui propriedades adstringente, analgésica, anti-inflamatória, bactericida, calmante e cicatrizante. A mil-folhas também tem uma ação anti-inflamatória e a flor da camomila é sedativa e calmante.

BANHO REVIGORANTE
Este banho ajuda na recuperação muscular e no relaxamento após as atividades físicas.
Ingredientes:
2 colheres (chá) de folhas de louro picadas
1 colher (chá) de alecrim picado
5 gotas de óleo essencial de capim-limão (lemongrass)

Faça a infusão das ervas, colocando-as em um bule de chá e despejando por cima 1 xícara (chá) de água fervente. Tampe e deixe descansar por 10 minutos.Benefícios e modo de uso:
Encha a banheira, de modo que a água fique até a altura do peito. Depois, despeje a infusão de ervas e o óleo essencial. Fique imerso na mistura de 15 a 20 minutos.
No chuveiro, proceda da mesma forma, fazendo a infusão de ervas. Coloque-a em uma jarra e pingue o óleo essencial. Tome banho normalmente e no final despeje o conteúdo da jarra no corpo, do pescoço para baixo.
Este banho deve ser feito pelo menos três vezes por semana, após as atividades físicas

Vale lembrar que o Alecrim é estimulante e pode elevar a pressão arterial. Por esse motivo, não deve ser usado por pessoas com pressão alta.

Um beijo, ótima semana e nos vemos em breve! <3

(fonte: personare, o perfume, banhos terapeuticos e seus usos)